Projeto da Fibrenamics faz sucesso na Alemanha

A plataforma Internacional Fibrenamics da Universidade do Minho e a empresa Mundotêxtil levaram a bom porto o projeto Multiterry – Felpos Interativos e Multifuncionais. Os protótipos (alguns deles) foram apresentados na Heimtextil 2016 – International Trade Fair for Home and Contract Textiles, que decorreu em Frankfurt, na Alemanha, de 12 a 15 de janeiro.

Felpos inovadores em 7 conceitos e 45 protótipos

O Multiterry teve como objetivo o desenvolvimento de felpos multifuncionais com capacidade de interação e estimulação em duas vertentes – educacional e de lazer – cujo público-alvo primário eram as crianças e os jovens. A equipa multidisciplinar que foi constituída superou todas as expetativas iniciais ao produzir 45 protótipos com 7 conceitos distintos e diferentes níveis de interatividade! Foram desenvolvidas duas linhas de produtos: uma para banho e outra para a praia. Na linha de banho foram desenvolvidas toalhas com aumento de capacidade de absorção (36 protótipos), toalhas para escrever (2 protótipos), luva com mudança de cor com a temperatura (3 protótipos), tapete com jogos para a estimulação da higiene diária (1 protótipo). Já na linha de praia foram desenvolvidos três protótipos: uma toalha com mudança de cor com os raios UV, uma toalha com sensor UV e uma toalha com carregador solar.

Para Juliana Cruz, investigadora Fibrenamics que liderou o projeto, “o balanço foi extremamente positivo”. Aponta, no entanto, algumas dificuldades com as quais a equipa se foi deparando, nomeadamente a nível da incorporação de microelectrónicas em felpos, mas sublinha que o perfeito entendimento entre as duas equipas – Fibrenamics e Mundotêxtil – permitiu “ultrapassar todas estas dificuldades”.

Uma verdadeira parceria: todos ganham!

O sucesso do projeto Multiterry deixou toda a gente com a sensação de missão cumprida. De facto, do lado da Fibrenamics, Juliana Cruz salienta que “só com inovação e desenvolvimento é possível criar produtos verdadeiramente diferenciadores”, e que o sucesso do Multiterry se deveu à “simbiose de conhecimento técnico dos felpos por parte da Mundotêxtil e do conhecimento técnico-científico dos materiais à base de fibras da Fibrenamics”.

Ana Teixeira concorda, sublinhando que “a parceria com a Fibrenamics tem permitido à MT aumentar as suas competências em termos de I&D e adquirir know how em novas áreas o que permitirá o desenvolvimento de novos produtos esperando-se com isso aumentar a resposta da empresa a novas solicitações e a novos clientes”.

Notícia na íntegra: 

http://www.web.fibrenamics.com/pt/13827/projeto-multiterry-faz-sucesso-na-alemanha/