Ubiwhere e as Cidades Inteligentes & Internet do Futuro

Smart Cities e Telco são os conceitos que mais têm marcado a agenda de investigação e inovação da Ubiwhere nos últimos anos, e não poderia deixar de ser desta forma, pois o grande objetivo passa por ser reconhecida como uma empresa de referência internacional em Cidades Inteligentes, Internet do Futuro e Telecomunicações. Dado que as cidades em todo o mundo estão a enfrentar diversos desafios para demonstrar os seus compromissos, tanto ambientais como sociais, a crescente preocupação em encontrar o equilíbrio certo entre as necessidades de desenvolvimento urbano e as mudanças ambientais globais, desafiaram a empresa a criar soluções inteligentes para cidades inteligentes em áreas como a mobilidade, turismo, energia e gestão eficiente dos recursos. No último trimestre de 2014, a empresa apontou todos os seus recursos para a criação de dois consórcios, consolidando assim todo o seu know-how. Para melhor se posicionar no mercado onde atua, no setor das Smart Cities, criou-se o Citibrain – consórcio de empresas de base tecnológica especializado no desenvolvimento de soluções inteligentes para as cidades de hoje, focado em um conjunto de iniciativas: Internet do Futuro e Cidades Inteligentes com o intuito de desenvolver novos produtos e serviços. UBI Já no setor das Telecomunicações, criou-se o rprobe – consórcio que desenvolveu um produto inovador: uma plataforma de monitorização do sinal da TDT, capaz de medir a qualidade do sinal 24 horas por dia, todos os segundos do dia, e de reportar esta informação em tempo real a um sistema centralizado. A solução inclui sondas físicas que monitorizam a qualidade do sinal e um sistema de gestão central para operadores ou reguladores de comunicações. Em termos da notoriedade que lhe tem sido reconhecida nestas áreas, a empresa orgulha-se de, no final de 2014, ter entrado para o ranking das 200 melhores empresas de TI em Portugal em 2013, levado a cabo pela Semana Informática e por estar na corrida para as 100 melhores empresas para trabalhar em Portugal em 2014, em um estudo levado a cabo pela Revista Exame e a Accenture. Para 2015, a empresa vai continuar a apostar nestas áreas e continuar a crescer, tanto em volume de negócios como em número de colaboradores e projetos.